quarta-feira, 8 de abril de 2009

Envelheço na cidade - O valor de todos nós

Hoje não vou falar nada.

Quem vai falar é Marcos Valadão Rodolfo (vulgo Nasi), Edgard Scandurra, Ricardo Gaspa e André Jung, a formação original do Ira!

video

Pelo menos era isso que estava planejando. Porém ao final da tarde o blog foi vandalizado por torcedores do Sport por conta da vitória do mesmo sobre o Santa Cruz, meu time de coração, no clássico do último domingo. Os mesmos entraram no Blog do Santinha e usaram um link que deixei por conta de um comentário que fiz no texto corrente para chegar aqui e entupir o texto anterior de comentários ofensivos e que usaram de fortes termos preconceituosos para justificar uma suposta superioridade.

Bom, nazistas usavam argumentos parecidos para justificar o holocausto de judeus, eles estavam certos?

Isso não vem ao caso agora, primeiro vou listar os argumentos utilizados, acredito eu por uma única pessoa:
  • O Santa Cruz perdeu por ser de quarta divisão, e eles de primeira;
  • O Santa Cruz é um clube de mendigos;
  • O Sport é quem manda em Pernambuco;
  • O Santa Cruz vai enfrentar times inexpressivos em 2009 durante a Série D;
  • Os torcedores tricolores pagam ingresso com 1 Kg de alimento não perecível, ou com vale-transporte;
  • Segundo o próprio rubronegro o Sport é CAMPEÃO INVICTO, TETRA CAMPEAO 2009, MAIOR TORCIDA, 38 TITULOS PERNAMBUCANOS, CAMPEÃO BRASILEIRO SERIA A e B, CAMPEÃO DO NORDESTE VARIAS VEZES, CAMPEÃO E VICE DA COPA DO BRASIL. DUAS VEZES NA LIBERTADORES UMA NO SECULO XX E OUTRA NO SECULO XXI, MAIOR EM PATRIMÔNIO... (sic);
  • O Santa Cruz, que segundo o rubronegro é A TURMA DOS MENDIGOS, ENFIM, O TRICOCÔ DO LIXÃO DA MURIBEQUA (sic) vai fazer uma excursão para Orobó (PE) durante os dois meses que ficará parado antes do início da Série D.
A primeira coisa que tenho a dizer é que mesmo que o Sport tivesse 100 títulos pernambucanos, isso não vale nada tendo torcedores desta qualidade do qual usar o termo arrogância chega a ser um eufemismo. Muitos podem alegar que não devo generalizar a torcida do Sport por conta de uma (acredito eu) única pessoa, mas não é por conta apenas disso. Tenho vários amigos e até mesmo familiares rubronegros, isso sem contar os conhecidos, e excetuando minha Madrinha Ana e minha Tia Keda, TODOS já utilizaram no mínimo dois destes argumentos para exaltar seu clube e denegrir os seus adversários.

Porém não vou perder meu tempo descrevendo este tipo de gente, vou fazer um levantamento do que os torcedores do Sport consideram "a ralé", ou seja, aqueles que já estão com a vaga confirmada e que irão disputar a Série D junto com o Santa Cruz, exaltando cada um deles.

Araguaia - Campeão da Copa Governador do Estado do Mato Grosso.
Fundado em 1998, a Pantera ganhou seu primeiro título em 2008, começando assim a escrever a sua história.

Bangu - Classificado pelo estadual carioca.
2 títulos cariocas, 1 título da Taça Rio.
Conhecido por ter como ex-patrono o bicheiro Castor de Andrade, o Bangu chegou a ser vice-campeão brasileiro em 1985, perdendo para o Coritiba nos pênaltis diante de um Maracanã lotado. Revelou o craque Domingos da Guia.

Brusque - Campeão da Copa Santa Catarina.
1 título catarinense.
O Brusque é um clube relativamente novo (fundado em 1987) porém 5 anos depois foi campeão estadual em cima do Avaí e disputou a Copa do Brasil no ano seguinte.

Crac - Classificado pelo estadual goiano.
2 títulos goianos.
O Clube Recreativo e Atlético Catalano é o clube mais antigo de Goiás (1931) mesmo não sendo da capital. Ganhou seu último título (2004) batendo tanto Goiás como Vila Nova nos pênaltis. Está na semifinal do goianão 2009 onde vai enfrentar o clube esmeraldino novamente.

Cristal - Campeão amapaense.
1 título amapaense.
Ao conquistar seu primeiro estadual, o Cristal ganhou o direito de participar da Série C de 2008.

Fluminense de Feira - Classificado pelo estadual baiano.
2 títulos baianos.
Último time do interior baiano a conquistar o estadual no longínquo ano de 1969 e considerado o terceiro maior clube baiano, o Touro do Sertão tenta voltar a figurar no cenário nacional.

Ituano - Classificado pelo estadual paulista.
1 título brasileiro da Série C, 1 título paulista.
Foi rebaixado da Série B em 2007 e da C em 2008. Agora conquista a vaga para a disputa da Série D. Junto com Inter de Limeira e Bragantino, faz parte dos 3 únicos clubes do interior paulista a conquistar o estadual. Foi campeão da Série C em 2003 disputando um curioso quadrangular São Paulo-Paraíba (com Santo André, Botafogo-PB e Campinense).

Itumbiara - Classificado pelo estadual goiano.
1 título goiano.
Atual campeão goiano, o tricolor é conhecido por possuir uma torcida fanática. Isso ficou evidenciado quando o clube enfrentou o Corinthians pela Copa do Brasil e mesmo assim conseguiu colocar maioria na arquibancada, isso porque o jogo marcava a volta de Ronaldo Fenômeno aos gramados brasileiros.

Londrina - Campeão da Copa Paraná.
1 título brasileiro da Série B, 3 títulos paranaenses.
Dono da maior torcida do interior do Paraná, foi quarto colocado no campeonato brasileiro de 1977, quando ganhou o apelido de Tubarão por conta do filme homônimo de Steven Spielberg.

Macaé - Classificado pelo estadual carioca.
Fundado em 1990, profissionalizou-se em 1998 e chegou a elite do futebol carioca em 2007. Vai disputar sua primeira competição nacional.

Madureira - Classificado pelo estadual carioca.
1 título da Taça Rio.
Tradicional clube do subúrbio carioca. É conhecido por ser um grande celeiro de craques como Didi, Evaristo de Macedo e Jair da Rosa Pinto. Foi vice campeão carioca em 2006, perdendo para o Botafogo na final.

Mirassol - Classificado pelo estadual paulista.
Estreou na elite do futebol paulista em 2008. O clube terminou o estadual deste ano em sétimo lugar e com o segundo melhor ataque da competição, atrás apenas do líder Palmeiras.

Moto Club - Campeão maranhense.
2 títulos da Copa Norte, 24 títulos maranhenses.
Segundo maior campeão do estado, foi criado para competições sobre rodas. Já foi heptacampeão estadual e representa frequentemente o Maranhão em competições nacionais.

Paulista - Classificado pelo estadual paulista.
1 título da Copa do Brasil, 1 título brasileiro da Série C.
Clube que celebra seu centenário este ano, ganhou a Copa do Brasil em 2005 batendo o Fluminense na final. Um ano antes foi vice-campeão paulista, sendo derrotado pelo São Caetano na final. Assim como Ituano, Remo e Santa Cruz foi rebaixado da Série B em 2007 e da Série C em 2008.

Pelotas - Campeão da Copa FGF.
1 título gaúcho.
É celebre por seu uniforme ter sido "somente" a inspiração para o uniforme da Seleção Brasileira. Rivaliza na cidade com o Brasil de Pelotas.

Porto - Classificado pelo estadual pernambucano.
Ainda não está matemáticamente classificado mas dificilmente perde esta vaga. Clube que já foi duas vezes vice-campeão estadual (e consecutivas, com menos de 4 anos de existência), é conhecido por sua estrutura patrimonial exemplar.

Rio Branco - Classificado pelo estadual mineiro.
Só não se classifica se nem Atlético-MG e nem Ituiutaba se classificarem para as semi-finais do estadual. Com o fim do contrato do Flamengo com a Petrobras passou a ter o patrocínio mais duradouro do futebol brasileiro (com a indústria de louças Icasa) além de ser equipado pela inglesa Umbro.

Tocantins - Campeão tocantinense.
1 título tocantinense.
Ganhou seu primeiro título em 2008 e disputa seus primeiros torneios nacionais.

Tupi - Campeão da Taça Minas Gerais.
O clube de Juiz de Fora tem sido presença frequente no cenário mineiro. Porém sua torcida carijó é composta na maioria por torcedores de clubes cariocas.

Ypiranga - Classificado pelo estadual gaúcho.
Depois de muitos anos disputando a segundona gaúcha volta a elite, e no mesmo ano conquista a vaga para a Série D.

E fechando com chave de ouro:

Santa Cruz - classificado pelo estadual pernambucano.
24 títulos pernambucanos. Fita Azul do Brasil.
Clube de enorme torcida e dono de um dos maiores estádios do Brasil. O Santa Cruz é, dos times até então classificados, o mais vitorioso e mais tradicional. Em 2006 estava na Série A, mas foi acumulando rebaixamentos seguidos até o início de sua redenção este ano. É um dos favoritos à conqusita do título.

Tudo isto mostra quanta tradição está presente só nestes clubes aqui listados, e isso porque não estão listados times como América-RJ, Remo, CSA, Treze, Sergipe, Joinville, Anapolina e Operário-MS, clubes que já foram tradicionais e foram relegados ao ostracismo. Todos eles (tanto os listados como os não listados) tiveram grandes conquistas e grandes momentos de glória, em maior ou menor proporção, o que prova a efemeridade de uma grande quantidade de títulos ou de uma grande conquista. Exemplo disso são clubes como Paulista, Ituano e Bangu que já estiveram nas cabeças e hoje lutam para se reerguer.

E se quantidade fosse importante era melhor torcer para, digamos como exemplo, o Internacional. Ele não é o "Campeão de Tudo"? Então ele é infinitamente superior ao Sport se formos seguir este critério. Ou então vejamos: o Brasil é pentacampeão mundial de futebol, enquanto países como Canadá, Dinamarca e Suiça tiveram apenas uma ou duas participações em copas, e no fim das contas quem tem melhores índices de desenvolvimento? Pois é, vejam como tudo é relativo.

Futebol é fase e muitos destes times estão começando a galgar seus primeiros passos nacionais. Quem poderá dizer qual será o destino deles? Muitos podem começar a despontar e até mesmo a firmar-se no cenário nacional disputando e conquistando títulos se tornando grandes clubes vitoriosos. O futuro deles está começando a ser escrito agora.

Por fim a origem humilde do Santa Cruz está muito longe de ser motivo de vergonha. É essa gente humilde que contribui com o pouco que pode ser dispor que transformou o Santa Cruz no Teror do Nordeste. Já pessoas que achavam que tinham o rei na barriga apenas fizeram dilapidar um patrimônio construído com o tijolo e o suor de cada torcedor. Tanto catadores de lixo quanto empresários como Fernando Bezerra Coelho sentam na arquibancada do mesmo estádio, o que faz com que o Santa faça jus à alcunha de "O Mais Querido", de todas as classes sociais.

E para completar o cidadão menosprezou a bela cidade de Orobó.

Foi só dar uma brecha de liberdade nos comentários que as pessoas abusaram, este tipo de atitude já foi prato cheio para a implantação de ditaduras pelo mundo afora. A partir de agora o blog só permitirá comentários de pessoas que tiverem cadastro no Google. Espero que isso seja suficiente para fazer com este espaço volte a ter civilidade, pois não desejo contrariar o espírito do blog e passar a moderar os comentários.

Torcedores do Sport, sintam-se livres para postar comentários, seja criticando, seja defendendo a ação de seu(s) colega(s). Só peço que o façam de forma civilizada pois não me importo que continuem com este comportamento ridículo. O maior prejudicado são vocês que vão denegrir a imagém do próprio clube. Dependendo do nível debaterei com prazer a situação.

Em tempo: O SANTA CRUZ NASCEU E VAI VIVER ETERNAMENTE.

P.S.: Normalmente me refiro ao Sport como "coisa", porém este é um caso em que se exige uma exceção.

2 comentários:

  1. Ei, salsicha, o nome deste clube é clube esportivo de recife, em respeito à Ariano Suassuna.

    ResponderExcluir
  2. Valeu Clébio,

    Perfeitas suas colocações em relação a coisa da ilha do xié. Eita torcida chata do Krai...

    Viva o Santa Cruz!!!!

    Ah sim, EU ADORO O BANCO CENTRAL!

    ResponderExcluir